Tratamento da mordida aberta anterior em paciente com má oclusão de Classe II de Angle, postura atípica de língua e respiração bucal

Por Administrador

Edição V20N01 | Ano 2021 | Editorial Caso Clínico | Páginas 123 até 138

Daniela Feu

INTRODUÇÃO: Ocasionada, geralmente, por hábitos deletérios, a mordida aberta anterior pode persistir mesmo após a remoção do fator etiológico primario, devido ao posicionamento atípico da língua, o que torna essa má oclusão muito recidivante. CASO CLÍNICO: O presente artigo relata o caso clínico de uma paciente de oito anos e dez meses de idade que apresentava má oclusão de Classe II de Angle, mordida aberta anterior de 4,4mm, postura atípica da língua, respiração buconasal e discrepância negativa limítrofe na arcada superior. RESULTADOS: O tratamento interdisciplinar envolveu Otorrinolaringologia, Fonoaudiologia, Cirurgia e Ortodontia. O tratamento interceptativo, que alterou o padrão de hábitos e comportamentos, e o posterior tratamento ortodôntico, que envolveu exodontia de pré-molares, levaram a resultados estéticos e funcionais satisfatórios e estáveis, podendo-se observar um sutil aprofundamento da sobremordida vinte e oito meses após o término do tratamento. CONCLUSÃO: Ao fim do tratamento, o fechamento da mordida aberta foi alcançado satisfatoriamente, atendendo plenamente às expectativas da paciente e propiciando uma grande melhora estética e funcional, com estabilidade. Esse caso clínico foi apresentado ao Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial (BBO) como parte dos requisitos para a obtenção do título de Diplomada pelo BBO.

Mordida aberta. Respiração bucal. Má oclusão de Classe II.

Feu D. Treatment of anterior open bite in a patient with Angle Class II malocclusion, atypical tongue posture and mouth breathing. Clin Orthod. 2021 Feb-Mar;20(1):123-38.