Tratamento da má oclusão de Classe II com plano inclinado metálico associado ao expansor híbrido apoiado em mini-implantes

Por Administrador

Edição V19N06 | Ano 2020 | Editorial Caso Clínico | Páginas 113 até 125

Marcelo Keiji SUZUKI, Cristiane Barros ANDRÉ, José RINO NETO

INTRODUÇÃO: A deficiência mandibular está presente em mais de 70% dos casos de má oclusão de Classe II e, em muitos casos, é acompanhada de atresia maxilar, necessitando tanto de aparelhos de avanço mandibular quanto para a expansão da maxila. DESCRIÇÃO: O presente relato clínico descreve o tratamento de um paciente do sexo masculino, de 11 anos e 7 meses de idade, com as características descritas e pós-pico de crescimento, o qual foi tratado com um aparelho híbrido composto por um plano inclinado de resina acrílica recoberta com pista metálica, para avanço mandibular, e de expansor Hyrax apoiado em mini-implantes, para a expansão da sutura palatina de forma paralela. Em alguns meses, houve correção da relação de Classe II, por meio das alterações dentárias na inclinação dos incisivos, suavização da curva de Spee e aumento da distância intermolares na arcada superior. CONCLUSÃO: O aparelho híbrido foi eficiente na correção sagital, vertical e transversal, criando uma nova abordagem para intervenção precoce da má oclusão de Classe II.

Má oclusão Classe II de Angle. Procedimentos de ancoragem ortodôntica. Técnica de expansão palatina. Avanço mandibular. Desenho de aparelho ortodôntico.

Suzuki MK, André CB, Rino Neto J. Treatment of Class II malocclusion with metallic bite plane associated to miniscrew-supported hybrid expander. Clin Orthod. 2020 Dez-2021 Jan;19(6):113-25.