Tratamento ortodôntico-cirúrgico de fissura labiopalatina unilateral associada a mordida cruzada total e agenesia de incisivo lateral e pré-molar superiores: relato de caso

Por Administrador

Edição V19N01 | Ano 2020 | Editorial Caso Clínico | Páginas 58 até 69

Rodrigo Matos de Souza, Henrique Teles de Oliveira e Marcel Marchiori Ferret

INTRODUÇÃO: Pacientes com fissuras labiopalatinas necessitam de cirurgias primárias nos primeiros anos de vida como a primeira parte do tratamento. Além dessas cirurgias, em alguns casos a cirurgia ortognática é também necessária após o preparo ortodôntico na dentição per- manente, como forma de correção da discrepância sagital proveniente da deficiência de desenvolvimento maxilar no sentido anteroposterior. RELATO DE CASO: Nesse contexto, o presente artigo relata o caso de uma paciente de 9 anos portadora de fissura de lábio e palato transforame unilateral direita, Classe III esquelética, mordida cruzada total, agenesia do incisivo lateral e segundo pré-molar superiores direitos e discrepância negativa em ambas as arcadas. A paciente foi tratada com expansão rápida da maxila, enxerto ósseo secundário e tratamento ortodôntico fixo, com exodontia do incisivo lateral e segundo pré-molar superiores esquerdos, seguida de cirurgia ortognática de avanço maxilar. RESULTADO: Ao término do tratamento, observou-se a obtenção de boa oclusão sagital e transversal e um ganho estético importante para a paciente.

Fenda labial. Fissura palatina. Cirurgia bucal.

Souza RM, Oliveira HT, Farret MM. Tratamento ortodôntico-cirúrgico de fissura labiopalatina unilateral associada a mordida cruzada total e agenesia de incisivo lateral e pré-molar superiores: relato de caso. Rev Clín Ortod Dental Press. 2020 Fev-Mar;19(1):58-69.