Expansão rápida da maxila assistida com mini-implantes (MARPE) em adultos. Parte I – aspectos gerais

Por Administrador

Edição V18N05 | Ano 2019 | Editorial Caso Clínico | Páginas 110 até 117

Alexandre Magno Dos Santos, Ana Beatriz Maia Esper, Andréa Damasceno Rocha, Carolina De Cássia Carvalho Lima, Maria Eni Batista e Isabella Simões Holz.

Há um consenso na literatura quanto à importância da intervenção ortodôntica nos casos de atresia maxilar, uma vez que essa condição não se autocorrige. A terapêutica utilizada conta com aparelhos expansores para aumentar as dimensões transversais da arcada superior e, como consequência, seu perímetro. Contudo, a maturidade óssea com o avanço da idade representa uma limitação para o sucesso da expansão rápida da maxila sem a intervenção cirúrgica. O presente artigo tem como objetivo descrever, por meio de um caso clínico, o protocolo de expansão rápida da maxila (ERM) em adultos, utilizando mini-implantes como ancoragem no aparelho disjuntor MARPE (miniscrew-assisted rapid palatal expander), associado à realização de perfurações na região da sutura palatina mediana, em uma paciente do sexo feminino, com 26 anos de idade, apresentando mordida cruzada posterior bilateral e palato atrésico.

Maxila, Técnica de expansão palatina, Adulto,

Santos AM, Esper ABM, Rocha AD, Lima CCC, Batista ME, Holz IS. Expansão rápida da maxila assistida com mini-implantes (MARPE) em adultos. Parte I – aspectos gerais. Rev Clín Ortod Dental Press. 2019 Out-Nov;18(5):110-7.