Tratamento da má oclusão de Classe II de Angle, com mordida aberta anterior e comprometimento periodontal significativo

Por Administrador

Edição V18N04 | Ano 2019 | Editorial Caso Clínico BBO | Páginas 137 até 148

Lívia Loriato

O tratamento ortodôntico de paciente adulto envolve, muitas vezes, complexidades adicionais, como ausências dentárias e comprometimento periodontal significativo. Nesses casos, recursos de ancoragem esquelética, como implantes dentários e miniplacas, podem ser utilizados para viabilizar o tratamento, minimizando os efeitos indesejados nos dentes remanescentes e favorecendo movimentações dentárias mais complexas. O presente artigo relata o caso clínico de uma paciente adulta com comprometimento periodontal, perdas dentárias, severa mordida aberta anterior e Classe II associada à má postura de língua. O tratamento interdisciplinar envolveu Periodontia, Implantodontia, Ortodontia, Prótese e Fonoaudiologia. O tratamento compensatório realizado utilizando-se recursos de ancoragem esquelética permitiu alcançar resultados estéticos e funcionais satisfatórios, viabilizando a reabilitação e a proservação dos dentes da paciente. Esse caso clínico foi apresentado ao Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial (BBO) como parte dos requisitos para obtenção do título de Diplomada pelo BBO

Má oclusão Classe II de Angle, Mordida aberta, Doenças periodontais,

Loriato L. Tratamento da má oclusão de Classe II de Angle, com mordida aberta anterior e comprometimento periodontal significativo. Rev Clín Ortod Dental Press. 2019 Ago-Set;18(4):137-48. DOI: https://doi.org/10.14436/1676-6849.18.4.137-148.bbo