Complicações decorrentes da expansão rápida da maxila com aparelho dentomucossuportado: relato de quatro casos clínicos

Por Administrador

Edição V18N03 | Ano 2019 | Editorial Caso Clínico | Páginas 101 até 117

Luciana Duarte Caldas, Marcos Alan Vieira Bittencourt, Sandra Regina Torres

Introdução: em pacientes que apresentam mordida cruzada posterior e/ou atresia maxilar, a expansão rápida da maxila (ERM) é, geralmente, o tratamento ortodôntico de escolha, seja em crianças, adolescentes ou adultos jovens. Esse tipo de terapia requer a confecção de aparelho ortodôntico/ortopédico, muitas vezes dentomucossuportado e com ativações diárias. Objetivo: o presente trabalho teve como objetivo descrever quatro casos clínicos que apresentaram complicações decorrentes do procedimento de ERM, com a formação de lesões na mucosa palatina e a posterior reparação espontânea dessas lesões após a remoção da aparelhagem ortodôntica. Conclusão: o suporte mucoso fornecido pela inserção da estrutura de acrílico pode provocar a formação de lesões na mucosa palatina, em função da compressão dos tecidos moles dessa região.

Técnica de expansão palatina, Necrose, Palato,

Caldas LD, Bittencourt MAV, Torres SR. Complicações decorrentes da expansão rápida da maxila com aparelho dentomucossuportado: relato de quatro casos clínicos. Rev Clín Ortod Dental Press. 2019 Jun-Jul;18(3):101-17. DOI: https://doi.org/10.14436/1676-6849.18.3.101-117.art