A importância da intrusão do molar superior na reabilitação protética dos dentes inferiores

Por Administrador

Edição V18N02 | Ano 2019 | Editorial Caso Clínico | Páginas 109 até 121

Carolina Nazif Rasul, Fabrício Valarelli, Leonardo Graboski de Castro, Karina Maria Salvatore de Freitas, Rodrigo Hermont Cançado

Introdução: quando ocorre perda de molares inferiores, é comum observar- se extrusão do antagonista, com redução do espaço interoclusal necessário para a reabilitação protética. Nesses casos, a aplicação do mini-implante como ancoragem esquelética absoluta tem se mostrado de extrema valia, por ser versátil e apresentar benefícios tanto para o paciente quanto para o ortodontista, tornando o movimento de intrusão cada vez menos complexos. Métodos: o presente trabalho apresenta o caso de uma paciente com 33 anos de idade, com extrusão do dente #17 no espaço interoclusal dos molares inferiores ausentes no lado direito. A intrusão foi realizada usando-se mini-implante como ancoragem. Resultados: o dente #17 apresentou intrusão real de 1,5mm e, após a remoção do aparelho, foi realizada a reabilitação protética com implantes na arcada inferior. Conclusão: observou-se que a utilização de mini-implantes foi eficaz para a intrusão do molar superior, tornando-se um valioso recurso para tratar a extrusão de dentes posteriores em decorrência de perdas dentárias na arcada antagonista, e recuperar o espaço interoclusal necessário à reabilitação protética do paciente.

Parafusos ósseos, Técnicas de movimentação dentária, Procedimentos de ancoragem ortodôntica,

Rasul CN, Valarelli F, Castro LG, Freitas KMS, Cançado RH. A importância da intrusão do molar superior na reabilitação protética dos dentes inferiores. Rev Clín Ortod Dental Press. 2019 Abr-Maio;18(2):109-21. DOI: https://doi.org/10.14436/1676-6849.18.2.109-121.art