Dentes com lesão periapical e vitalidade pulpar: diagnósticos e condutas para o ortodontista

Por Administrador

Edição V17N06 | Ano 2018 | Editorial Controvérsias na Ortodontia | Páginas 116 até 130

Alberto Consolaro, Giovana Gonçalves Martins, Antônio Cesar Oliveira de Azevedo, Ingrid Araújo Oliveira, Dario Augusto Oliveira Miranda

Muitas lesões imitam as lesões periapicais crônicas inflamatórias, mas os dentes permanecem com vitalidade pulpar. Cinco perguntas são fundamentais: 1) Qual é o diagnóstico? 2) Qual é seu tratamento? 3) Qual será minha conduta? 4) A quem devo encaminhar? 5) Isso vai impedir o tratamento ortodôntico? Abrir a coroa de um dente com vitalidade e expor a polpa viva para extirpá-la, esperando que resolva-se o problema de uma lesão periapical com a obturação do canal, é equivocado e não contribui para o diagnóstico e nem para a terapêutica. A prática clínica ortodôntica talvez seja a situação onde essas lesões periapicais e laterais às raízes de dentes com vitalidade pulpar mais se apresentam e são surpreendidas durante a interpretação imagiológica das documentações no planejamento ortodôntico. Essas lesões serão aqui abordadas, de forma aplicada ao clínico ortodontista.

Ortodontia, Planejamento ortodôntico, Lesões periapicais, Periapicopatias, Vitalidade pulpar

Consolaro A, Martins GG, Azevedo ACO, Oliveira IA, Miranda DAO. Dentes com lesão periapical e vitalidade pulpar: diagnósticos e condutas para o ortodontista. Rev Clín Ortod Dental Press. 2018 Dez-2019 Jan;17(6):116-30. DOI: https://doi.org/10.14436/1676-6849.17.6.116-130.cont