Corticais densas, bilaminadas e escleroses fazem dentes se movimentarem lentamente. O que fazer? Quando “mais é menos”

Por Administrador

Edição V17N05 | Ano 2018 | Editorial Controvérsias na Ortodontia | Páginas 116 até 118

Alberto Consolaro

A redução de 20 a 30% na intensidade da força ortodôntica impedirá a hialinização do ligamento periodontal em áreas de densidade óssea aumentada, em corticais espessas ou bilaminadas. Sem a deflexão das áreas ósseas normais, a força incide completamente no ligamento periodontal nos ossos densos, mas com esse simples “desconto” na força aplicada, a velocidade do movimento dentário pode ser igual à das áreas convencionais.

Consolaro A. Corticais densas, bilaminadas e escleroses fazem dentes se movimentarem lentamente. O que fazer? Quando “mais é menos”. Rev Clín Ortod Dental Press. 2018 Out-Nov;17(5):116-8. DOI: https://doi.org/10.14436/1676-6849.17.5.116-118.cnt