A mola de torque vestibulolingual unitária

Por Administrador

Edição V17N04 | Ano 2018 | Editorial Biomecânica | Páginas 42 até 47

Renato Parsekian Martins

“Como diz o Dr. Jorge Faber1, editor emérito do Dental Press Journal of Orthodontics, citando Confúcio: “O início da sabedoria é nomear as coisas pelo seu nome correto”. É por esse motivo que vamos começar a falar de torque depois de definirmos o que é torque. Ao contrário do que se pensa na Ortodontia, torque não é uma torção no fio; torque é uma tendência de rotação. Na mecânica ortodôntica, geralmente usamos a palavra “momento” para descrever o que, na Física e áreas da Engenharia, é chamado de “torque”; e usamos a palavra “torque” para descrever, especificamente, um movimento de inclinação vestibulolingual (VL). Entretanto, torque é a palavra que descreve um vetor livre que gera uma tendência de rotação, que pode produzir uma inclinação, uma angulação ou uma rotação mesiodistal.”

Martins RP. A mola de torque vestibulolingual unitária. Rev Clín Ortod Dental Press. 2018 Ago-Set;17(4):42-7. DOI: https://doi.org/10.14436/1676-6849.17.4.042-047.bio