Dente não encosta em dente e nem reabsorve outros dentes!

Por Administrador

Edição V16N06 | Ano 2017 | Editorial Controvérsias na Ortodontia | Páginas 112 até 117

Alberto Consolaro, Mauricio de Almeida Cardoso

Os dentes não se contatam, não encostam suas estruturas mineralizadas! Um dente não reabsorve diretamente outro dente: sempre haverá interposição de tecidos moles, representados por conjuntivo fibroso rico em clastos e outras células associadas ao processo reabsortivo de tecidos mineralizados, como os osteoblastos e macrófagos. Isso ocorre mesmo em mínimos espaços e interfaces entre dentes cujas imagens radiográficas e tomográficas sugiram contato direto entre os dois dentes, mesmo entre um dente permanente e um dente decíduo. A mudança de trajetória eruptiva do dente ainda não irrompido promove a interrupção do processo, pois alivia a pressão sobre os vasos do ligamento periodontal, que voltam a ter circulação normal e distanciam as moléculas dos mediadores reabsortivos que, agora, não conseguem mais chegar à superfície radicular para estimular os clastos. Os clastos se deslocam da superfície radicular e os cementoblastos vizinhos proliferam e voltam a recobrir a superfície mineralizada radicular, formando novo cemento, com reinserção das fibras periodontais, reassumindo a fisiologia periodontal na região.

Consolaro A, Cardoso MA. Dente não encosta em dente e nem reabsorve outros dentes! Rev Clín Ortod Dental Press. 2017 Dez-2018 Jan;16(6):112-7. DOI: https://doi.org/10.14436/1676-6849.16.6.112-117.cnt