Um arco base consegue intruir incisivos? Parte 1

Por Administrador

Edição V16N03 | Ano 2017 | Editorial Biomecânica | Páginas 38 até 44

Renato Parsekian Martins

Esse artigo tem o objetivo de esclarecer o ortodontista do perigo de se tentar estimar, pela intuição, o sistema de força produzido por um arco base. Os exemplos descritos mostram um arco base construído em um software (Loop) que estima bidimensionalmente o sistema de força produzido por dispositivos ortodônticos. Nesses exemplos, uma dobra de ativação é aplicada gradualmente da região anterior do arco até a região mais posterior, a fim de descrever as forças e momentos produzidos em suas extremidades. Concluiu-se que é possível produzir uma força de intrusão nos incisivos, desde que a ativação esteja na região posterior do arco, e não na anterior, como mostra a intuição.

Martins RP. Um arco base consegue intruir incisivos? Parte 1. Rev Clín Ortod Dental Press. 2017 Jun-Jul;16(3):38-44. DOI: https://doi.org/10.14436/1676-6849.16.3.038-044.bio