A oclusão posterior e o seu papel na defi nição do plano de tratamento – Parte I

Por Administrador

Edição V16N03 | Ano 2017 | Editorial Ortodontia Objetiva | Páginas 22 até 26

Marcos Janson

“Um bom relacionamento oclusal dos dentes convencionalmente obedece à relação cúspide-ameia, situação em que toda a mesa oclusal dos dentes é utilizada e, por isso mesmo, é um dos objetivos da Ortodontia. A normalidade é vista, dentro da especialidade, como sendo a relação de Classe I nos molares, apresentando um degrau distal dos dentes da maxila em relação aos da mandíbula. Prever a relação molar final de um caso, já no planejamento, é fundamental para se conhecer a necessidade ou possibilidade de ancoragem diferenciada em cada hemiarcada e tomar decisões relacionadas aos terceiros molares. Para facilitar o trabalho, o ortodontista deve valer-se da “Regra dos pré-molares”, que é descrita abaixo:…”

Janson M. A oclusão posterior e o seu papel na defi nição do plano de tratamento – Parte I. Rev Clín Ortod Dental Press. 2017 Jun-Jul;16(3):22-6. DOI: https://doi.org/10.14436/1676-6849.16.3.022-026.obj