Tratamento da assimetria facial causada por hiperplasia condilar: série de casos

Por Administrador

Edição V15N03 | Ano 2016 | Editorial Caso Clínico | Páginas 61 até 78

Raquel Bueno Medeiros, Henrique Martins da Silveira, Fábio Ramoa Pires e José Augusto Miguel Mendes

Introdução: a hiperplasia do côndilo (HC) mandibular tem sido descrita como o crescimento excessivo de um dos côndilos sobre o contralateral, causando um crescimento desequilibrado, que resulta em assimetria facial. A classificação e o diagnóstico da HC, a atividade de crescimento dos côndilos, e as formas de tratamento foram abordados no presente estudo. Material e Métodos: foram descritas as formas de tratamento de três pacientes apresentando HC. As soluções cirúrgicas são representadas por condilectomia, cirurgia ortognática, e uma combinação de ambos. Resultados: após a realização do procedimento cirúrgico específico indicado para cada caso, houve melhora significativa na simetria facial e na função mastigatória. Conclusões: o diagnóstico da HC se baseia em achados clínicos e radiológicos, e esses avaliam as consequências do crescimento desproporcional. A cintilografia óssea funciona como um indicador da rapidez da progressão dessa condição, sendo essencial no planejamento cirúrgico do tratamento.

Medeiros RB, Silveira HM, Pires FR, Mendes JAM. Tratamento da assimetria facial causada por hiperplasia condilar: série de casos. Rev Clín Ortod Dental Press. 2016 Jun-Jul;15(3):61-78. DOI: http://dx.doi.org/10.14436/1676-6849.15.3.061-078.art