Necessidades odontológicas em pacientes ortodônticos jovens (12-20 anos)

Por Administrador

Edição V14N06 | Ano 2015 | Editorial Artigo Inédito | Páginas 93 até 108

Leopoldino Capelozza Filho, Alberto Consolaro, Daniele Nóbrega Nardoni, Paulo Henrique Xavier Franco, José Antonio Zuega Cappellozza e Maurício Cardoso

Objetivo: Realizar um levantamento das necessidades odontológicas e da prevalência de anomalias dentárias em adolescentes e adultos jovens, consecutivamente admitidos para tratamento ortodôntico. Métodos: uma amostra de 100 pacientes, com 12 a 20 anos de idade, que iniciaram tratamento ortodôntico, foi coletada em uma única clínica particular de Ortodontia. A proporção entre homens e mulheres foi de 1:1. Os registros iniciais foram analisados, incluindo as radiografias panorâmicas e periapicais. Resultados: verificou-se presença de cárie dentária em 0,28% e de material restaurador em 3,5% dos dentes avaliados; nenhum dente apresentou tratamento endodôntico; onze dentes haviam sido extraídos, sendo que apenas um foi extraído por cárie, os demais foram por indicação ortodôntica, em tratamento prévio. Considerando- se a necessidade de tratamento, observou-se, durante e após o tratamento ortodôntico, um significativo número de indicação de extrações (246), fortemente determinado pelas anomalias de posição dos terceiros molares (236). As anomalias dentárias (disgenesias) contrariaram a tendência da amostra para baixa prevalência de necessidades odontológicas, ocorrendo com uma porcentagem alta (42%). Padrão de anomalias dentárias (PAD) foi observado em 20% dos pacientes, concordando com estudos prévios, que investigaram pacientes ortodônticos. Conclusão: o novo espectro de necessidades odontológicas definidas para pacientes jovens, que procuram tratamento ortodôntico em clínica particular, demonstra evolução social e qualidade na prevenção em Odontologia.

Capelozza Filho L, Consolaro A, Nardoni DN, Franco PHX, Capelozza JAZ, Cardoso M. Necessidades odontológicas em pacientes ortodônticos jovens (12-20 anos). © Dental Press Publishing | Rev Clín Ortod Dental Press. 2015 dez-jan 2016; 14(6):93-108.