Verticalização simplificada de molares (VSM): uma aplicação dos conceitos biomecânicos em casos com distúrbios de erupção dos segundos molares

Por Administrador

Edição V14N03 | Ano 2015 | Editorial Artigo Inédito | Páginas 42 até 54

Ary dos Santos-Pinto

A presença de segundos molares desalinhados devido à sua erupção ectópica deve ser considerada e incluída no planejamento do tratamento. Da mesma forma, durante o tratamento ortodôntico, segundos molares que irrompem fora de sua posição normal na arcada dentária devem ser incluídos na mecânica ortodôntica. Dificuldades técnicas, representadas pela presença de tecido gengival que recobre parcialmente a coroa dentária ou a erupção parcial dos segundos molares, dificultam a utilização de tubos soldados em bandas ortodônticas ou colados na superfície vestibular desses dentes. A verticalização simplificada de molares (VSM) é um procedimento simples e de fácil implementação, recomendado para a correção de segundos molares que irrompem ectopicamente. Consiste na aplicação de uma força horizontal para o correto posicionamento do segundo molar na arcada dentária, com componente vertical de intrusão que evita sua extrusão ou mesmo a interferência oclusal, nos casos em que esse dente se encontra cruzado. Nesse método, a força é gerada por cadeia elástica apoiada em botão colado na superfície vestibular ou lingual do segundo molar e em braço de alavanca instalado no tubo auxiliar ou no tubo lingual do primeiro molar. A utilização desses botões colados, que necessitam de menor área de esmalte exposto e não requerem um posicionamento tão preciso quanto o necessário para um tubo, fornece o ponto de apoio necessário para a correção da má posição dentária.

Santos-Pinto A. Verticalização simplificada de molares (VSM): uma aplicação dos conceitos biomecânicos em casos com distúrbios de erupção dos segundos molares. Rev Clín Ortod Dental Press. 2015 jun-jul;14(3):42-54.