Reabsorção interna versus externa: indicadores para um diagnóstico preciso!

Por Administrador

Edição V13N05 | Ano 2014 | Editorial Controvérsias na Ortodontia | Páginas 99 até 105

Alberto Consolaro, Dario Augusto Oliveira Miranda

Introdução / Os diagnósticos equivocados entre reabsorção interna e externa frequentemente estão presentes nos laudos imaginológicos, em trabalhos publicados e em livros. / Objetivo / Destacamos, no presente trabalho, os indicadores imaginológicos de diagnóstico preciso para as reabsorções internas e externas, haja vista que são muito distintas e especíicas. / Resultados / A preservação dos limites pulpares nos dentes com reabsorção externa se destaca como seu principal indicador diagnóstico. A expansão focal/local balonizante dos limites pulpares com continuidade e a regularidade nas suas margens expandidas, formando uma área pulpar de radiolucidez homogênea, são os principais indicadores do diagnóstico de reabsorção interna. / Conclusão / Os diagnósticos equivocados geralmente estão associados à falta de conhecimento da etiopatogenia desses processos reabsortivos e/ou de uma experiência prévia em seus diagnósticos.

Consolaro A, Miranda DAO. Reabsorção interna versus externa: indicadores para um diagnóstico preciso! Rev Clín Ortod Dental Press. 2014 out-nov;13(5):99-105.