Extração atípica de incisivos centrais superiores no tratamento da má oclusão de Classe II

Por Administrador

Edição V13N03 | Ano 2014 | Editorial Caso Clínico | Páginas 72 até 80

Larissa Borges Bressane, Marcelo Chacon, Guilherme Janson

Resumo
/
O presente trabalho tem como objetivo relatar um caso de Classe II, divi

são 1, tratado na fase adulta, com extrações de incisivos centrais superiores. A pa

ciente apresentava má oclusão de Classe II completa com apinhamento anterossupe

rior. Os incisivos centrais superiores apresentavam restaurações de resina extensas e
uma lesão gengival na região do dente 11. Observou-se, nas radiografias periapicais,
que os dentes 11 e 21 possuíam tratamento endodôntico e pouca estrutura coronária
remanescente. Devido a tais condições, optou-se por extraí-los e por fechar o espa

ço ortodonticamente. A mecânica foi realizada por meio da retração anterossuperior
associada a elásticos de Classe III, e, no lugar dos incisivos, colocou-se uma prótese
parcial removível. Ao final do tratamento e após a reanatomização dos incisivos la

terais e caninos, obteve-se resultados estéticos e funcionais bastante satisfatórios.
A estabilidade foi avaliada três anos após o tratamento, onde foi observada pequena
reabertura do espaço das extrações (0,5mm); no entanto, outros aspectos, como a
relação anteroposterior, se mantiveram estáveis.