Quais as informações disponíveis ao público leigo a respeito do tempo de tratamento com braquetes autoligáveis?

Por Administrador

Edição V12N06 | Ano 2013 | Editorial Artigo Inédito | Páginas 75 até 84

Matheus Melo Pithon, Juciara França dos Santos, Onily Duarte Silva de Almeida, Vinicius Oliveira Matos

Objetivo / Verificar a qualidade das informações disponibilizadas ao público leigo sobre o tempo de tratamento com o uso de braquetes autoligáveis / Métodos / Uma pesquisa on-line foi realizada em cinco portais de busca (Google, Yahoo!, Bing, Ask e AOL) utilizando os termos “tempo de tratamento” e “braquetes autoligáveis”, em inglês. Os primeiros 30 sites decorrentes de cada portal foram selecionados para análise do conteúdo. Os critérios de exclusão foram: sites de produtos promocionais, grupos de discussão, conteúdos irrelevantes e links para artigos científicos. As páginas incluídas na pesquisa foram examinadas quanto à precisão, baseada em artigos científicos; legibilidade, por meio do Índice FRES de facilidade de leitura; e a análise qualitativa adicional, utilizando-se o instrumento LIDA / Resultados / Dos 150 sites selecionados, 21 foram incluídos na amostra. De modo geral, a qualidade das informações disponíveis dos sites foi considerada como variante. O resultado da análise da precisão demonstra insuficiência da informação disponível sobre o tema de braquetes autoligáveis e duração de tratamento. A legibilidade dos sites obteve um valor médio de 50,39, sendo considerados como de edifício leitura. A média obtida por meio do instrumento LIDA (84,71) classificou os sites como de média qualidade / Conclusão / As informações disponíveis na internet sobre tempo de tratamento com braquetes autoligáveis ainda são muito variáveis. Dessa forma, propõe-se que os próprios profissionais norteiem seus pacientes a sites confiáveis para obtenção de informações confiáveis sobre os assuntos de interesse.