A importância do planejamento estético para a correção de deformidades dentofaciais

Por Administrador

Edição V12N04 | Ano 2013 | Editorial Caso Clínico | Páginas 50 até 56

João Luiz Carlini, Ivan Pedro Taffarel, Orlando Tanaka, Guilherme Strujak

A cirurgia ortognática tem como objetivos estabelecer a função mastigatória e melhorar a estética facial, dando harmonia e proporcionalidade à face. A estética, sem dúvida, é a questão mais importante para o paciente, pois geralmente é a queixa principal para o tratamento. No presente trabalho, será apresentado um caso de uma paciente que se apresentou insatisfeita com o resultado da cirurgia ortognática, pois o planejamento foi feito priorizando apenas a correção da má oclusão de Classe III, sem atentar-se à repercussão estética. Apesar da oclusão tratada, a paciente foi submetida a nova cirurgia, para dar-lhe o resultado que esperava no primeiro procedimento. Com isso, percebemos que, em pacientes ortodôntico-cirúrgicos, devemos observar com atenção a queixa principal e os problemas faciais, e não ater-se somente à oclusão, pois o paciente está mais preocupado com a aparência da face do que com a posição dos dentes.