Má oclusão de Classe II, subdivisão, tratada com extração unilateral e ancoragem temporária (mini-implante): relato de caso

Por Administrador

Edição V12N03 | Ano 2013 | Editorial Caso Clínico | Páginas 78 até 85

Marcel Marchiori Farret, Milton Meri Benitez Farret

Introdução: uma das opções de tratamento nos casos das má oclusão de Classe II com subdivisão é a extração unilateral de um pré-molar superior, no lado onde se encontra a alteração da relação molar. Nesse contexto, o presente artigo descreve o caso clínico de um paciente com 59 anos de idade, apresentando má oclusão de Classe II, divisão 1, subdivisão direita, com desvio da linha média de 3mm para o lado esquerdo e apinhamento na região anterior das arcadas superior e inferior. Métodos: o plano de tratamento estabelecido consistiu na extração do primeiro pré-molar superior direito, associada à utilização de um mini-implante durante a mecânica ortodôntica corretiva para fechamento de espaço. Resultados: ao final do tratamento, a relação dos molares foi preservada (Classe II, no lado direito; e Classe I, no lado esquerdo), foi obtida a condição oclusal de normalidade para os caninos e a coincidência das linhas médias. Conclusão: a avaliação clínica 30 meses pós-tratamento revelou a estabilidade dos resultados obtidos neste caso clínico.