O que analisar nos trabalhos sobre medicamentos e laser na movimentação dentária induzida e reabsorções associadas: quatro critérios

Por Administrador

Edição V12N02 | Ano 2013 | Editorial Controvérsias na Ortodontia | Páginas 122 até 125

Alberto Consolaro

Propusemos quatro critérios, ou pontos fundamentais, para a análise de trabalhos sobre o uso de laser e medicamentos, em modelos clínicos ou experimentais, cujos objetivos principais são acelerar otimizando o movimento dentário ou reduzindo seus efeitos colaterais (como as reabsorções radiculares). São eles: 1) para verificar a influência nas reabsorções radiculares, deve-se garantir que as forças aplicadas experimentalmente lesaram a camada cementoblástica de todos os espécimes; 2) para otimizar a movimentação dentária induzida reduzindo o tempo de tratamento, sem efeitos colaterais, deve-se garantir que as forças aplicadas experimentalmente não lesaram a camada cementoblástica em nenhum dos espécimes; 3) O aplicador da fototerapia e/ou do medicamento e o colocador dos aparelhos nos dentes não poderiam saber quais animais efetivamente receberiam o tratamento-teste, e os grupos controle devem ter recebido tratamentos simuladores; 4) A análise tomográfica e microscópica dos espécimes deve ter sido aleatória, sem que os espécimes fossem identificáveis quanto ao grupo a que pertenciam, para que os imaginologistas e patologistas não sofressem qualquer influência na avaliação dos fenômenos. Se esses cuidados forem adotados, serão oferecidos resultados cada vez mais confiáveis e extrapoláveis para a clínica ortodôntica.