Tratamento ortodôntico-cirúrgico de paciente adulta com má oclusão de Classe II, retrognatismo mandibular e DTM

Por Administrador

Edição V12N02 | Ano 2013 | Editorial Caso Clínico | Páginas 101 até 112

Paulo Augusto Leal de Carvalho, Gladys Cristina Dominguez, André Tortamano, Solange Mongelli de Fantini

Introdução: paciente do sexo feminino, 38 anos de idade, leucoderma, brasileira, portadora de deformidade dentofacial de Classe II com retrognatismo mandibular, deficiência maxilar e distúrbios articulares, apresentando sintomatologia da ATM de caráter crônico e incapacitante por causa das dores. O diagnóstico foi realizado com o auxílio de placa miorrelaxante e confirmação da remissão dos sintomas. A análise do deslocamento real dos côndilos foi realizada com um Condylar Position Indicator (CPI), obtendo, assim, a diferença entre a MIC e a RC. Objetivo: evidenciar a importância dos meios de diagnóstico no tratamento ortodôntico-cirúrgico. Métodos: foram avaliadas as verdadeiras discrepâncias antes do tratamento com montagem no articulador semiajustável. O tratamento realizado foi o ortodôntico-cirúrgico. Resultados: foram alcançados os objetivos clínicos, que eram o equilíbrio oclusal, articular, remissão dos sintomas e, consequentemente, a harmonia facial.