Correção da mordida cruzada posterior funcional unilateral com o disjuntor de recobrimento oclusal de acrílico: relato de caso

Por Administrador

Edição V11N05 | Ano 2012 | Editorial Caso Clínico | Páginas 36 até 42

Edson Illipronti Filho, Solange Mongelli de Fantini, Soraya OnishI, Maria Carolina Franco Ferreira Ballestriere

O propósito desse estudo é relatar um caso clínico cujo o diagnóstico e tratamento foram efetuados em idade bastante jovem. Foi utilizado o disjuntor com recobrimento oclusal de acrílico para a correção da mordida cruzada posterior unilateral funcional, associado ao parafuso de Hyrax. Ao exame clínico inicial do paciente foi constatada a mordida cruzada posterior unilateral funcional e sua necessidade de correção. Após o período de contenção pós-expansão e a remoção do aparelho proposto, pôde-se observar a correção da má oclusão e o restabelecimento do equilíbrio oclusal necessário para o desenvolvimento do crescimento normal das funções estomatognáticas.