Avaliação óssea da região de incisivos inferiores, por meio de tomografia computadorizada de feixe cônico, em paciente Padrão II tratado com aparelho de protração mandibular

Por Administrador

Edição V11N02 | Ano 2012 | Editorial Caso Clínico | Páginas 84 até 94

Rafael de Faria Bicalho, Jaime Sampaio Bicalho, Marcelo Marques Quaresma, Weber Ursi

O tratamento ortodôntico compensatório que utiliza mecânicas protratoras mandibulares tem se mostrado eficiente no tratamento de pacientes portadores de má oclusão de Classe II esquelética ao longo dos últimos 30 anos. Porém, apesar dos excelentes resultados apresentados, a proclinação dos incisivos inferiores, decorrente da perda de ancoragem dos dentes posteroinferiores, sempre foi uma grande preocupação dos ortodontistas que utilizam essa técnica. O objetivo desse trabalho foi analisar, por meio de tomografias Cone-Beam, as alterações que ocorreram na região vestibular dos incisivos inferiores de um paciente submetido ao tratamento de protração mandibular.