Reabsorções dentárias são assintomáticas, não envelhecem o complexo dentinopulpar, não induzem necrose pulpar e metamorfose cálcica da polpa e nem lesões periapicais crônicas!

Por Administrador

Edição V11N02 | Ano 2012 | Editorial Controvérsias na Ortodontia | Páginas 130 até 132

Alberto Consolaro, Renata Bianco Consolaro

As reabsorções dentárias são assintomáticas e podem se apresentar em dentes que foram submetidos a traumatismos dentários. Além da reabsorção dentária, o traumatismo dentário pode induzir — paralela e independentemente das reabsorções — outras consequências, como metamorfose cálcica da polpa, necrose pulpar asséptica e lesões periapicais crônicas. O envelhecimento pulpar, do mesmo modo, não é acelerado pelas reabsorções dentárias. Quando presente, mesmo nos dentes com reabsorções, o envelhecimento precoce e acelerado geralmente está relacionado a atrição, abrasão, cárie e a restaurações. Tratamento ortodôntico, doença periodontal crônica e trauma oclusal não aceleram o envelhecimento natural do complexo dentinopulpar como se acreditou por um longo tempo!