Aparelho de protração mandibular Forsus no tratamento das más oclusões do Padrão II: relato de Artigo

Por Administrador

Edição V11N01 | Ano 2012 | Editorial Artigo | Páginas 79 até 91

Leopoldino Capelozza Filho, Ana Lurdes Conte Acunha Gonçalves, Leanne Matias Portela Leal, Danilo Furquim Siqueira, Renata Cristina Faria Ribeiro de Castro, Mauricio de Almeida Cardoso

O presente artigo tem o objetivo de descrever, por meio de um Artigo, a aplicação do aparelho ortopédico fixo híbrido Forsus (3M Unitek, Monrovia) no tratamento de um paciente Padrão II, com deficiência mandibular e relação oclusal de Classe II, 1ª divisão, destacando os cuidados mecânicos, as vantagens e desvantagens dessa abordagem terapêutica. O resultado do tratamento evidenciou a correção da relação sagital de Classe II e do trespasse horizontal, decorrente de compensações dentárias, especialmente na arcada inferior, sem a necessidade de exodontias e dispensando a cooperação do paciente com o uso do aparelho.