Ortodontia e as mídias sociais

Por Administrador

Edição V11N01 | Ano 2012 | Editorial Editorial | Páginas 5 até 5

Weber Ursi

Um dos fenômenos mais interessantes que ocorreram nas relações humanas nos últimos tempos foi o aparecimento das mídias sociais como ferramenta de troca de informações, tanto em nível pessoal quanto profissional. Hoje, temos à disposição um instrumento que pode alterar não apenas as relações sociais, mas pode influenciar na relação dos consumidores com algumas marcas. A cada dia, um número maior dessas mídias se propaga na internet, e palavras como blogs, MySpace, wikis, MSN, Orkut, Twitter, Facebook, LinkedIn, YouTube, Clickr se tornaram lugar comum (para alguns). A grande vantagem dessas mídias é a abrangência e rapidez com que uma informação é transmitida, a um custo muito baixo. As gerações Y e Z são seus maiores usuários e, com a disponibilidade de tablets e smartphones, cada indivíduo se torna um comentarista em tempo real do que acontece ao seu redor. Não é incomum que famílias, dentro de uma casa, se comuniquem teclando, ao invés de conversarem, olho no olho. Grandes avanços como as mídias sociais, a internet e o e-mail são agentes facilitadores da troca de informações e conhecimento, diminuindo, por exemplo, o número de correspondências por carta — tornando alguns serviços deficitários, como o correio norte-americano, com risco de extinção de mais de 300.000 postos de trabalho.