“Negociação ortodôntica”

Por Administrador

Edição V09N02 | Ano 2010 | Editorial Marketing | Páginas 32 até 33

Ricardo nakama

Para estar prontos para diagnosticar, planejar e conduzir um tratamento ortodôntico, investimos cinco anos de graduação, vários cursos de aperfeiçoamento, inúmeros congressos, três anos de especialização, incontáveis horas de estudo e milhares de reais. Paralelamente à especialização, vamos idealizando o perfil dos clientes que queremos atender, definimos as técnicas e os serviços que ofereceremos, selecionamos um local para instalar o consultório, contratamos e treinamos as auxiliares e, finalmente, montamos uma comunicação eficaz, que divulgue nosso consultório e atraia os clientes. O técnico-científico e o marketing são aspectos complementares dos consultórios odontológicos: são faces da mesma moeda. Aquele desenvolve o serviço, e esse viabiliza sua execução como promotor de saúde e bem-estar, e como opção de carreira.