Método de avaliação da repercussão dentária e periodontal decorrente da expansão rápida da maxila assistida cirurgicamente – relato de caso

Por Administrador

Edição V08N02 | Ano 2009 | Editorial Artigo | Páginas 80 até 90

nMariana dos Santos Fernandes, Pedro Luis Scattaregi, Danilo Furquim Siqueira, Leandro Gonçalves Velasco

A expansão rápida da maxila assistida cirurgicamente (ERMAC) é um dos procedimentos de escolha para correção da deficiência transversal em pacientes adultos. A proposta deste artigo é apresentar uma metodologia de medição realizada com o auxílio de uma nova tecnologia: o Scanner 3D. No caso clínico apresentado, foram avaliadas as distâncias transversais, a altura da coroa clínica e a inclinação dentária dos dentes posteriores em 3 tempos: antes do tratamento (T1), 3 meses após a expansão (T2), e 6 meses após a ERMAC (T3). Concluiu-se que a ERMAC demonstrou efetividade e estabilidade imediata na correção da deficiência maxilar transversal, sem acarretar em prejuízos no periodonto, nos tempos analisados. Há necessidade de sobrecorreção, para prevenir a recidiva da inclinação dentoalveolar produzida com esse procedimento. O método proposto para a avaliação se mostrou inovador e de fácil utilização para o ortodontista, diminuindo o tempo de trabalho para avaliação das variáveis.