Influência do pH salivar nas forças geradas por ligaduras elásticas

Por Administrador

Edição V08N01 | Ano 2009 | Editorial Artigo de Divulgação | Páginas 75 até 80

Tatiana Araújo de Lima, Marco Antonio de Oliveira Almeida, Mariana Martins e Martins, Alvaro de Moraes Mendes

O objetivo deste estudo foi avaliar a influência de duas concentrações diferentes de pH salivar (4,9 e 7,2) na força gerada por ligaduras elásticas modulares, da cor cinza, de duas marcas comerciais diferentes (TP Orthodontics e Morelli). Essas foram estiradas em estiletes de aço inoxidável com diâmetro aproximado ao de um braquete de incisivo central superior, imersas em solução de saliva artificial de pH 4,9 e 7,2 e mantidas à temperatura ambiente. Tiveram suas forças medidas nos períodos de zero hora, 24 horas, 7, 14, 21 e 28 dias em uma máquina de ensaios de tração. Os resultados foram gerados por um computador conectado à máquina de tração e foram submetidos a testes estatísticos (t-Student) com p < 0,05. O valor encontrado para a marca TP Orthodontics na comparação entre as concentrações de pH (4,9 x 7,2) foi p = 0,155 e para a marca Morelli foi de p = 0,589. Já na comparação entre as marcas (TP Orthodontics x Morelli), tanto no pH 4,9 quanto no 7,2, os valores encontrados foram de p < 0,001. Concluiu-se que o pH salivar não influencia de forma significativa a força gerada por ligaduras elásticas, enquanto a marca comercial mostrou diferença significativa, com menor degradação de força para a marca TP Orthodontics.