Quais os fatores que determinam a previsibilidade do autotransplante dentário?

Por Administrador

Edição V08N01 | Ano 2009 | Editorial Pergunte a um Expert | Páginas 7 até 15

Armelindo Roldi

Inspirado nos trabalhos do professor Jens Ove Andreassen, realizei, em 1985, o primeiro transplante dentário em uma paciente de 7 anos com perda dos dentes 11 e 21 durante brincadeiras na escola. Os reimplantes realizados não se integraram e, em comum acordo com os pais da paciente, resolvemos tentar a terapia, nova até então. Dois anos haviam se passado e os dentes 34 e 44, que foram transplantados, estavam muito bem e com estética realizada. Decidi incorporar os transplantes dentários autógenos como uma possibilidade terapêutica da equipe de Endodontia da Universidade Federal do Espírito Santo. Naquela época, o procedimento era mal visto por algumas correntes de profissionais, provavelmente pelo desconhecimento da técnica e dos princípios biológicos relacionados.