Utilização de ancoragem esquelética indireta para verticalização de molares inferiores

Por Administrador

Edição V08N01 | Ano 2009 | Editorial Artigo | Páginas 63 até 68

Rafael de Faria Bicalho, Jaime Sampaio Bicalho, Marcos Laboissière Jr

Um movimento particularmente difícil de ser realizado pelos ortodontistas, sem causar efeitos colaterais indesejados, é a verticalização de molares inferiores. Vários sistemas já foram desenvolvidos para tal fim, mas a dificuldade em confeccionar as molas verticalizadoras e o volume que elas ocupam, aliados à pouca comprovação clínica de que impedem a extrusão dos dentes verticalizados, tornam essa mecânica um desafio para os profissionais da área. O presente artigo descreve a verticalização de terceiros molares inferiores, com mínimos efeitos colaterais e reduzido número de acessórios ortodônticos, utilizando-se de ancoragem esquelética indireta fornecida por microparafusos ortodônticos de titânio autoperfurantes.