Tratamento compensatório das más oclusões do Padrão III: relato de caso

Por Administrador

Edição V07N05 | Ano 2008 | Editorial Artigo | Páginas 54 até 63

Fabrício Monteiro de Castro Machado, Acácio Fuziy, Paulo César Tukasan, Leopoldino Capelozza Filho

O tratamento das más oclusões associadas ao Padrão III de crescimento apresenta-se, via de regra, norteado por limitações inerentes à impossibilidade de manipular adequadamente o crescimento facial nestes indivíduos. Esta situação cria, durante o tratamento ortodôntico corretivo, o que convencionou-se chamar de “tratamento compensatório”, uma situação onde, por definição, as metas de posicionamento dentário ideais precisam ser revistas e readequadas, para permitir a melhor oclusão possível em bases ósseas mal posicionadas. O presente artigo tem por objetivo ilustrar esta abordagem, tecendo considerações sobre a mecânica a ser utilizada, no intuito de preservar ou acentuar certas características de compensação durante o tratamento corretivo, visando melhor preservação biológica, menor tempo de tratamento e maior estabilidade.