A técnica também define a arquitetura. É preciso conhecer mais a fundo o serviço ofertado para se ter um projeto bem feito

Por Administrador

Edição V07N02 | Ano 2008 | Editorial Arquitetura do Ambiente Clínico | Páginas 48 até 49

Suelena Morais

Ao fazer o projeto de uma clínica, o arquiteto deve pesquisar, em detalhes, os serviços que serão executados nela pelos profissionais. O arquiteto deve projetar os fluxos de atendimento e dimensionar os espaços de acordo com as exigências das normas sanitárias, de acordo com o perfil do cliente que será atendido e com as reais necessidades de cada tipo de serviço. Ao longo do tempo, as tecnologias para execução de um mesmo serviço mudam e o projeto da clínica deve acompanhar estas mudanças. Muitas vezes, o que acontece é que os projetos novos vão copiando os antigos, sem que sejam novamente analisados à luz das novas tecnologias. Se o atendimento mudou, é provável que o projeto deva ser adaptado ou refeito. No caso da Ortodontia, a evolução nos tipos de tratamento está cada vez mais rápida e precisa ser acompanhada pela Arquitetura.