Tratamento ortodôntico utilizando a movimentação espontânea pela quebra do sistema de equilíbrio

Por Administrador

Edição V06N03 | Ano 2007 | Editorial Artigo | Páginas 86 até 94

Viviane Santini Tamburús, João Sarmento Pereira Neto, Darcy Flávio Nouer, Vânia Célia Vieira de Siqueira, Maria Beatriz Borges de Araújo Magnani, Weber Luiz Tamburús

A estabilidade oclusal mantém-se pela ação de um complexo sistema de forças estabelecido nos sentidos mesiodistal, vestíbulo-lingual e vertical, englobando: dentes, processos alveolares, fibras gengivais, língua e músculos faciais. Quando a força resultante deste complexo sistema de forças torna-se nula, se estabelece um equilíbrio. Se este equilíbrio se romper, ocorrerá uma movimentação espontânea dos dentes envolvidos dessa região, até que um novo equilíbrio seja estabelecido. A má oclusão encontra-se em um estado de equilíbrio com ela mesma e o tratamento ortodôntico trabalha na quebra deste equilíbrio, propiciando uma nova condição para alcançar a solução do caso. Esse trabalho demonstra, em oito casos clínicos, a utilização de recursos fisiológicos como procedimentos terapêuticos auxiliares objetivando a movimentação espontânea dos dentes, de forma favorável ao tratamento ortodôntico, e proporcionando ao paciente condições de normalidade para o crescimento e desenvolvimento craniofacial.