Tratamento da transposição de canino e pré-molar superior unilateral: abordagem por meio de mecânica segmentada

Por Administrador

Edição V06N03 | Ano 2007 | Editorial Artigo | Páginas 73 até 85

Leopoldino Capelozza Filho, Mauricio de Almeida Cardoso, João Cardoso Neto

As transposições dentárias, de incidência relativamente baixa na população, acometem mais freqüentemente caninos e pré-molares no arco superior. O tratamento desta anomalia deve considerar fatores como padrão facial, idade, má oclusão, presença de discrepância de modelo, estágio de erupção, além da magnitude da transposição. A mecânica para correção deve ser totalmente individualizada, minimizando os riscos e efeitos colaterais. Muitas vezes, o clínico faz a opção por caminhos menos tortuosos, indicando extrações de dentes permanentes, procedimento de natureza irreversível e que pode acarretar prejuízo para o paciente. O objetivo deste artigo é demonstrar, por meio de um caso clínico, o tratamento de uma transposição unilateral de canino e pré-molar superior com reposicionamento dos dentes envolvidos em suas respectivas posições de normalidade.