Utilização do APM no tratamento da má oclusão de Classe II, 2ª divisão, em paciente adulto

Por Administrador

Edição V06N01 | Ano 2007 | Editorial Artigo | Páginas 99 até 106

Jaime Sampaio Bicalho, Rafael de Faria Bicalho

Relato de caso clínico de paciente com 51 anos de idade que veio ao consultório para o tratamento de uma má oclusão de Classe II, 2ª divisão, com 100% de sobremordida. A paciente apresentava grande preocupação com a inclinação para lingual dos incisivos centrais e dos incisivos laterais para vestibular, como também a severa abrasão na face incisal dos incisivos inferiores. Frente à negativa da paciente quanto a um tratamento orto-cirúrgico optou-se por um tratamento ortodôntico compensatório, utilizando uma mecânica de protração mandibular. Serão descritos, no decorrer do artigo, os procedimentos clínicos adotados, as alterações cefalométricas ocorridas e a avaliação da opção do tratamento compensatório em detrimento do tratamento orto-cirúrgico.