A “arquitetura” do profissional de saúde

Por Administrador

Edição V06N01 | Ano 2007 | Editorial Arquitetura do Ambiente Clínico | Páginas 64 até 65

Suelena Morais

Vamos considerar que a decoração de seu consultório ou clínica esteja adequada ao perfil de seu público alvo. Isto significa dizer que ela foi planejada em detalhes para encantar seu cliente, que foi pintada com as cores corretas, que as cadeiras da ante-sala são confortáveis para estes clientes, que tudo está limpo, organizado e adequado ou, simplesmente, resumindo: que todo o ambiente está humanizado em função do cliente, para agregar valor aos seus serviços. Considerando esta perfeição, poderíamos cometer o erro de concluir que seu consultório ou clínica resolveu totalmente seu problema de imagem e que nada mais precisaria ser feito neste sentido. Infelizmente, não é tão simples assim.