Erupção espontânea de incisivos centrais superiores impactados após a abertura ortodôntica de espaço

Por Administrador

Edição V05N06 | Ano 2006 | Editorial Artigo | Páginas 43 até 52

André Wilson Machado, Lívia Barbosa Loriato, Bernardo Quiroga Souki, Tarcísio Junqueira Pereira

A impactação de incisivos superiores é um achado clínico que, embora não seja rotina na clínica ortodôntica, é um fator bastante desagradável do ponto de vista estético e funcional. A etiologia dessa condição é multifatorial e é consenso na literatura que uma avaliação sobre o momento ideal de tratamento deve ser instituída o mais precocemente possível. Este trabalho traz o relato de um caso clínico de um paciente do gênero masculino, com 10 anos de idade, com má oclusão de Classe II e impactação dos incisivos centrais superiores. A conduta proposta foi uma abordagem conservadora para criar espaço e permitir a erupção espontânea dos incisivos impactados. Para tal, utilizou-se arco extrabucal cervical para resolução da Classe II de molares e aparelho fixo superior para realizar a retração de caninos e distalização de incisivos laterais. Após a abertura ortodôntica do espaço, os incisivos centrais irromperam espontaneamente na cavidade bucal. Desta forma, embora a época de tratamento não fosse a ideal, pois o diagnóstico deveria ter sido estabelecido o mais precocemente possível, alcançou-se um resultado estético e funcional favorável.