Profissão é Paixão!

Por Administrador

Edição V05N06 | Ano 2006 | Editorial Ortodontia Forense | Páginas 36 até 37

Beatriz Helena Sottile França

No caminho para o trabalho, ouvi pelo rádio o comentário de uma profissional que faz conferências em empresas como motivadora (desculpe-me por não lembrar seu nome). Ela dizia que em entrevistas que realizara, perguntando às pessoas o que fariam se ganhassem uma boa quantia numa loteria, ouvira como maioria das respostas a mudança de profissão e concluiu que para se mudar de profissão não é necessário ganhar na loteria. Mas o mais importante de todo o comentário, foi a frase: “profissão é paixão”. Concordo plenamente e venho percebendo que grande parte dos profissionais cirurgiões-dentistas, meus colegas, parece não ser apaixonada pela profissão, porque se o fossem não estariam nessa inércia enquanto a sua profissão está sendo destruída por maus profissionais e por certos convênios, planos e credenciamentos, que estão pondo em risco até mesmo a liberdade do cirurgião-dentista de diagnosticar, proceder e tratar (direito fundamental garantido pelo Código de Ética Odontológica art.3.º, I), quando alteram o plano de tratamento elaborado pelo profissional, sem nenhuma explicação, ferindo o que há de sagrado em nossa profissão, que é o seu aspecto liberal.