Distalização dos molares superiores com aparelho Pendex unilateral: estudo piloto cefalométrico

Por Administrador

Edição V05N02 | Ano 2006 | Editorial Artigo | Páginas 41 até 50

Omar Gabriel da Silva Filho, Eduardo César A, Santos, Ângela Priscila Junqueira de Lima Silva, André Pinheiro de Magalhães Bertoz

O presente artigo objetivou avaliar cefalometricamente a distalização unilateral de molares superiores obtida com o aparelho distalizador Pendex com ação unilateral. Os molares superiores do lado direito foram distalizados até a obtenção da relação de Classe I em 3 pacientes com má oclusão Classe II, subdivisão direita. O desempenho clínico foi satisfatório. O efeito da distalização restringiu-se aos dentes, não estendendo-se às estruturas basais. Houve uma menor vestibularização dos incisivos superiores, como conseqüência da distalização unilateral dos molares superiores, quando comparado com o efeito do Pendex de ação bilateral.