Validade dos documentos clínicos no processo judicial

Por Administrador

Edição V05N02 | Ano 2006 | Editorial Ortodontia Forense | Páginas 34 até 35

Beatriz Helena Sottile França

Ainda são muitas as reclamações a respeito do desleixo dos profissionais em relação aos cuidados com a documentação clínica de seus pacientes. Reclamam os advogados, as seguradoras, os conselhos de classe, sobre a falta de condições de defesa dos profissionais por apresentarem documentos incompletos, mal redigidos, ilegíveis, borrados, adulterados e muitas vezes manchados (de revelador) e ainda com orelhas e/ou rasgados.