Intrusão ortodôntica de molares utilizando mini-placa e parafuso de titânio

Por Administrador

Edição V04N05 | Ano 2005 | Editorial Artigo | Páginas 81 até 87

Deise Lima Cunha Masioli, Marco Antonio de Oliveira Almeida, Eduardo Batittucci, Paulo José Medeiros

A sobre-erupção de molares superiores em função da perda do antagonista é capaz de criar interferências oclusais e distúrbios funcionais. Para restaurar uma adequada oclusão, a intrusão dos molares extruídos torna-se essencial, sendo que este tipo de movimento é difícil de ser realizado ortodonticamente. O objetivo do trabalho é apresentar um caso clínico onde dois molares foram intruídos 5mm com a utilização de uma mini-placa e um parafuso de titânio, instalados no osso zigomático e no palato, respectivamente. A mecânica utilizada de ancoragem intrabucal permitiu a realização do movimento sem a necessidade de aparatos extrabucais e de colaboração do paciente. O resultado mostrou que os elementos dentais intruídos se apresentaram com vitalidade, sem sinais de absorção radicular e com estruturas periodontais saudáveis, indicando assim uma resposta biologicamente compatível à movimentação.