Canino não irrompido e reabsorção dos incisivos: previsibilidade e prevenção

Por Administrador

Edição V04N03 | Ano 2005 | Editorial Controvérsias na Ortodontia | Páginas 112 até 112

Alberto Consolaro

O canino não irrompido ectopicamente localizado tem uma elevada prevalência na população em geral. Entre os norte-americanos está presente em 1,7% da população e, a cada ano, diagnosticam-se 50.000 novos casos. Os distúrbios da erupção do canino não são um problema novo; crânios de escavações arqueológicas e com caninos não irrompidos e ectópicos foram datados como pertencentes ao período entre 2.700 a 2.724 antes de Cristo.