Que atitude tomar?

Por Administrador

Edição V03N05 | Ano 2004 | Editorial Ortodontia Forense | Páginas 35 até 36

Beatriz Helena Sottile França

Mais comum do que se imagina é a situação de pacientes insatisfeitos procurarem colegas para terem uma segunda opinião a respeito do tratamento ortodôntico que estão recebendo. Trata-se de uma situação bastante delicada quando o profissional se depara com erros grosseiros de diagnóstico e de procedimento, ficando entre duas alternativas: dizer ao paciente o que realmente observou ou calar-se com receio de estar cometendo infração ética.