Camuflagem ortopédica-ortodôntica da má oclusão de Classe III: uma abordagem conservadora

Por Administrador

Edição V03N03 | Ano 2004 | Editorial Artigo | Páginas 61 até 72

Karina Santana Cruz, Guilherme Janson, José Fernando Castanha Henriques, Marcos Roberto de Freitas, Luís Felipe Josgrilbert

Este artigo visa apresentar alguns conceitos e formas de diagnóstico para se empregar um plano de tratamento combinado por meio da camuflagem ortopédica-ortodôntica da má oclusão de Classe III dentoesquelética moderada. Dentre as opções de correção conservadoras, tem-se que a expansão rápida da maxila (ERM) associada à máscara facial consiste num dos recursos terapêuticos mais eficazes e estáveis para a correção da má oclusão de Classe III, em pacientes com potencial de crescimento não exaurido. Desta forma, para melhor elucidar este trabalho, será ilustrado um caso clínico tratado por meio da disjunção maxilar associada à máscara facial com posterior instalação de aparelhos fixos.