Abordagem biomecânica da alça T para fechamento de espaços com a técnica do arco segmentado de Burstone: relato de caso clínico

Por Administrador

Edição V03N03 | Ano 2004 | Editorial Artigo | Páginas 51 até 60

Roberto Hideo Shimizu, Katiane Regina Staszak, Isabela Almeida Shimizu, Aldrieli Regina Ambrosio, Hiroshi Maruo

As alças ortodônticas utilizadas para o fechamento de espaços, de uma maneira geral, deveriam apresentar uma baixa proporção Carga/Deflexão, ou seja, durante a desativação as mesmas deveriam gerar forças leves e constantes, dessa maneira, produziriam menos efeitos colaterais nos dentes e nos tecidos circunjacentes e ainda, preservariam a ancoragem dos dentes posteriores. Para um melhor controle no movimento dentário, as alças de retração deveriam apresentar a capacidade de gerar uma elevada proporção Momento/Força, suficiente para produzir desde o movimento de inclinação controlada até o movimento radicular. Objetiva-se com o presente trabalho, enfatizar os aspectos biomecânicos e demonstrar a eficácia da alça T quando utilizada para o fechamento de espaços após as extrações dos primeiros pré-molares superiores e inferiores.