Diagnóstico e controle biomecânico em busca do sucesso em Ortodontia

Por Administrador

Edição V02N05 | Ano 2003 | Editorial Artigo | Páginas 47 até 56

Greice Webber, Rosemari F, Daniel, José Henrique G, Oliveira, Orlando Tanaka

O planejamento e o tratamento ortodôntico das má oclusões iniciam-se com um acurado diagnóstico e implicam, muitas vezes, na tomada de decisões importantes, como a necessidade de extrações dentárias, em que todos os aspectos dento-craniofaciais do indivíduo devem ser criteriosamente analisados. Este artigo será ilustrado com o caso clínico de um indivíduo com má oclusão Classe II, 1ª divisão, subdivisão esquerda de Angle, tratado na Clínica do Programa de Pós-Graduação em Odontologia (Ortodontia) da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. O paciente apresentava uma boa relação ântero-posterior entre as bases ósseas, mordida cruzada posterior unilateral, apinhamento na região dos incisivos inferiores, atresia da arcada superior na região de pré-molares e palato profundo. Os objetivos estéticos e funcionais foram alcançados.