A importância da incorporação e do controle de torque no tratamento ortodôntico

Por Administrador

Edição V02N04 | Ano 2003 | Editorial Artigo | Páginas 65 até 79

Guilherme Thiesen, Marcus Vinicius Neiva Nunes do Rego, Luciane Macedo de Menezes, Susana Maria Deon Rizzatto

O torque é uma torção no fio em torno do seu longo eixo. Com este procedimento, consegue-se controlar a posição vestibulolingual da raiz, através da utilização de fios de secção retangular. O fio retangular encontra na canaleta do braquete uma relação de superfície, e não de pontos de tangência, como ocorre com o fio redondo. Assim, a utilização do fio retangular, bem como o torque incorporado a este, é primordial para uma adequada finalização ortodôntica, uma vez que a correta inclinação vestibulolingual dos dentes anteriores e posteriores é essencial para a obtenção de uma intercuspidação adequada. Daí a importância da completa compreensão da construção do torque na mecânica ortodôntica, pois muitas vezes o ortodontista deve incorporá-lo no fio retangular mesmo com a utilização de acessórios pré-programados. Destaca-se a importância de um adequado controle do torque durante algumas fases do tratamento ortodôntico, como por exemplo, a de fechamento de espaços, bem como no manejo de casos tratados de maneira compensatória que visam mascarar discrepâncias esqueléticas entre as bases ósseas.